Thursday, September 25, 2008

Resumo dos últimos dias

Bem sei que tenho andado algo distante do blog, mas prometo que vai mudar.
Parecem aproximar-se os dias de resolução do problema do meu joelho. A ver vamos no que dá.
Assim, e "for the record", aqui ficam os meus últimos treinos:

Domingo: dia de treino longo, bem lento na companhia do Aristides. Foram 18,5kms, grande parte deles debaixo de um calor que nem vos conto.
Segunda feira: dia de ginásio. Sabe bem voltar à musculação, e passadas 4 aulas, já sinto algum diferença em termos de treino. Sei que apesar de andar mais cansado dos músculos, pois agora no recomeço dos pesos, os músculos sentem-se ainda mais, é um mal bem vindo, pois sei que estou a fortalecer as pernas e o tronco. Tudo para daqui a algum tempo vir a recolher os frutos deste tipo de treino.
Terça feira: dia de 14,5kms. Foi daqueles dias que comecei com uma neura, que não me apetecia ter ninguem perto de mim a treinar. Mas passado meia hora, eis que a má disposição foi embora, e para a parte final do treino, como quem diz, os últimos 45min, dei-me por feliz por ter a companhia dos meus amigos Proença e Aristides. Até esqueci que estava a correr.
Quarta feira: Dia de séries para os meus companheiros. Dia de séries de 1000mts. Mesmo aquelas que eu adoro!.
Resolvi que iria fazer 2 ou 3 com eles, só para experimentar, e somente mesmo em caso de não sentir qualquer indicação do joelho.
Assim, e após o aquecimento de meia hora, eis que fomos para as séries, eu, o Proença e o Aristides.
A primeira correu bem. Num ritmo que para a altura da época desportiva é aceitável. 3min43s. A meio da segunda, senti alguma tensão na zona do joelho. Estava na altura de parar. Ainda acabei por terminar a série em 3:44, mas não deu para mais. Temos de parar quando a coisa dá sinal.
Não foi um treino que me deixasse muito animado. Quer pelo joelho, quer pela parte muscular que se ressentiu dos quase 3 meses sem qualquer tipo de treino de velocidade.
Quinta feira: dia de treino de 1h, 12,3kms na companhia do Proença, só para ajudar a rolar.

Conclusões: estou cansado. Os treinos da musculação estão a fazer os músculos ficarem mais pesados. Mas sei que isto passará. É só uma questão de semanas.
Os treinos de corrida é que as paga, pois a correr parece que levo uns pesos amarrados nas pernas.
Os efeitos dos treinos longos já se começam a sentir. A minha batida cardíaca, já começa a baixar em ritmos normais de treino. Incrivel como hoje tenho a mesma batida cardíaca a 5min/km que tinha em Maio/Junho a rolar a 4:30min/km. Mas lá chegarei. É só esperar e ter calma.
A resolução do problema do joelho, parece estar para breve fazer os exames e respectivos tratamentos. Estou ansioso por tratar logo disto, mas infelizmente não depende só de mim.
Tenho sentido melhoras a nível do joelho, mas impede-me de treinar como quero. Nao posso abusar, principalmente em velocidade. Não dá mesmo. Mas tenho de ter esperança em que isto não se vá alongar por muito tempo.
Se conseguisse resolver tudo isto agora no mês de Outubro, era um tipo feliz.
Seja como fôr, dá para ir treinando dentro de limites de segurança que, afinal não são também tão lentos quanto isso, e que me vão matando a vontade do treino. Mas falta qualquer coisa, Falta expandir a vontade, a força, a gana que tenho em treinar. O meu corpo e a minha mente pedem castigo, intensidade e velocidade. Mas para já, nada disso.

2 comments:

JP said...

Bom dia, a quem o diz...
Estou farto de me poupar, mas assim que abuso na carga aparece logo a tensão no joelho. Terminei agora 2 semanas de laser, ultrasons e afins, agora tenho de recomeçar muito devagar, mas há tanta prova engraçada..
As melhoras.

Nuno said...

amigo
A dificuldade por vezes não e treinar mas sim saber abrandar e evitar fazer asneiras

Abraço
Nuno