Sunday, December 14, 2008

Prova de Carnaxide

Manhâ de inverno para os lados de Carnaxide.
O frio, o vento terrível,a chuva que se avizinhava, mais a dureza da prova em si, tudo eram ingredientes excelentes.
Após um aquecimento de 4kms na companhia dos meus amigos Aristides, Proença e Jorge, eis que fomos para a partida. Sentia-me bem. Sabia que estava bem. As pernas durante o aquecimento, e nos momentos em que acelerei, deram bons indicadores.
Mas isto de ir para uma prova dura como esta, sem saber como gerir ,estava a mexer um bocadinho com os nervos. Além do mais, era a prova de regresso. "A prova".
Assim partimos. Logo com uma subida terrível de aprox. 2kms. Tentei manter-me junto com o Proença, pois sabia que se fosse assim ia bem.
Durante essa subida tentei não desgastar pois não sabia como o meu corpo ia reagir ao longo das outras subidas que mais à frente se encontravam. Existe nessa subida, cerca de 100mts de plano, que para fim foram essenciais para não cansar em demasia.
No final da primeira e dura subida, eis que era tempo de começar a descer. 
As pernas pediam mais. Eu tentei dar mais um pouquinho na descida. Descidas que não são o meu forte, mas ia bem. Assim, toca a meter entre os 3:30-3:45min/km.
Comecei a descolar do meu companheiro Proença. Eu vinha a ouvir a sua respiração, e via que algo não estava como normal.
Depois de voltas e mais voltas, umas vezes com rajadas fortissimas de vento lateral que por 2x me fizeram quase tropeçar em mim mesmo (é o que faz pesar 58kgs).
Eis que vem mais uma descida acentuada. Deixei-me ir por ali fora desta vez sempre nos 3:30min/km. Tentei não me entusiasmar. Aos 6kms, olhei para o relógio, e a média geral da prova encontrava-se nos 3:54min/km, nada mau para uma prova com subidas duras e com vento. Fiquei contente com a minha média, sou sincero.
Mas depois, ao chegar à ultima subida, desde a igreja, é que a coisa começou a pagar.
Aquilo nunca mais acabava. O cansaço estava a dar sinal. 
Tentei relaxar. Ainda assim passei 3 atletas. E quando cheguei à rotunda que pensava que iria terminar por ali a subida, eis que ainda tinhamos de virar mais à esquerda e subir mais 300 ou 400mts.
Quando finalmente terminou, sabia que tinha de respirar fundo e deixar ir novamente até à meta.
E pronto. Terminei os 7.650mts que me deu o GPS com um tempo de 00:30:51s. e um 13º lugar no meu escalão. Nada mau para "primeira prova".
Conclusões: senti-me bem a subir. Melhor a descer, e excelente em plano. O corpo está bem. A cabeça para lá caminha.

4 comments:

Aris said...

Não foi surpresa nenhuma para mim a boa prestação,não era nada que já não estivesse à espera.Agora só falta a cabeça chegar ao andamento das pernas para termos campeão.Força amigo

Corredor said...

Obrigado amigo, pela força.
Agora está de facto na altura de começar a trabalhar a carola.
E começou hoje

abraço
Nuno

Corredor said...

Obrigado amigo, pela força.
Agora está de facto na altura de começar a trabalhar a carola.
E começou hoje

abraço
Nuno

Corredor said...

Obrigado amigo, pela força.
Agora está de facto na altura de começar a trabalhar a carola.
E começou hoje

abraço
Nuno