Sunday, June 21, 2009

Marginal a Noite 2009


Após o dia inteiro passado na praia, com uma alimentação inadequada para um dia de prova, eis que ia com alguma curiosidade em ver como me sentiria na prova.
Noite agradável, com algum vento à mistura em certas zonas.
Fiz o meu aquecimento, forte, no local do costume. Isolado e concentrado.
Ia com a convicção de arrancar forte e ver como me sentiria. Caso a melhoria de tempo não fosse a determinada altura alcançável, iria desligar os motores e ir até final em ritmo mais controlado.
Junto do local de partida, eis que os companheiros do costume, Proença e Aristides. O Proença iria para uma prova mais calma na companhia da esposa, e o Aristides iria dar-lhe forte.
A dado momento, eis que apareceu o amigo Rui Lacerda. Uma vez que já tinhamos falado e combinado, iria ser arrancar forte e dar sempre no duro.
Assim foi. Arrancámos eu e o Rui, para um primeiro quilómetro a 3:45min/km. Alguns segundos perdidos já aqui em relação ao ano passado. Mas não estava preocupado.
O Rui sempre ao meu lado, por ali fomos. O segundo quilómetro a 3:40min/km. Até esta altura, fui sempre a sentir-me algo preso, principalmente da minha canela esquerda.
Perto do 3º quilómetro comecei a sentir um pouco mais solto a comecei a incentivar o Rui que começou a ficar algo para trás. Este 3º quilómetro foi para 3:51min/km.
Quando demos a volta ao 4º quilómetro já tinha perdido o meu companheiro e estava por conta própria. O 4º quilómetro foi 3:55min/km.
O 5º quilómetro foi para 3:50min/km
Perto do 6º quilómetro veio então o que iria determinar de vez a minha prestação. A quebra psicológica e física foi grande. A falta de força foi tremenda. Olhei para o relógio e já tinha perdido bastante tempo em relação ao ano passado. O cansaço, esse apoderou-se de mim. O dia de praia veio e a alimentação desse mesmo dia vieram ao de cima.
Olhei para trás, na expectativa de encontrar logo o Rui, para se juntar a mim e assim ter algum apoio. Olhei 1x mas não o vi. Desviei-me para o lado, abrandei, olhei a 2ª vez e não via o Rui. À terceira já o vi. Deixei-me ir e fica na sua companhia. Mas este abrandamento de cerca 200mts, fez-me recuperar alguma força e ânimo na companhia do Rui. Mesmo assim consegui arrancar novamente e descolar. Mas aqueles metros na companhia dele fizeram-me bem. Este 6º quilómetro foi para 4:22min/km.
O 7º, o tal em que se apanha a subida, consegui mesmo assim fazer cerca de 4:00min/km.
E por fim, o final e último quilómetro para 3:34min/km.
Total da prova: 00:30:15. Muito mau.
Tirei algumas conclusões desta prova. Algumas delas eu já sabia
Dia de praia e prova no mesmo dia para melhoria de tempos é para esquecer.
As divergências de tempos por quilómetro demonstram a instabilidade com que fiz esta prova. Desde tempos de 3:34-4:22min/km. Assim não dá. Têm que se ter ritmo constante em prova para não se perder tempo e eventualmente algum que se perca, seja possivel de recuperar.
Efectivamente, esta prova não foi dos meus melhores momentos. O corpo não estava muito por ali.
Já fiz treinos bem mais fortes e bem mais rápidos.
Seja como fôr, e por estranho que pareça, melhorei 2 lugares na classificação geral. Ou seja, este ano apesar de ter perdido cerca de 45seg, fiquei melhor classificado, em 55º da geral num total de 2000 atletas. Ao menos vale isto como vitória pessoal.
Mas a minha prestação ficou um pouco abaixo do que esperava.
Existe dias assim. Ainda para mais com alguns erros à mistura.
Mas a vida não são só provas nem treinos. E felizmente que não podemos melhorar as nossas marcas em todas as provas. Pois assim, ficamos com mais ânimo para trabalhar mais e melhor para uma futura prestação

4 comments:

Carlos Lopes said...

Os meus parabéns, grande tempo. Também estive por lá e na volta por volta do km 6, também tive uma recaída, abrandei um pouco... abraços

Eu, Corredor said...

Grande Carlos,
a tua prova foi excelente.
Estás de parabéns!

obrigado
abrali
Nuno

BKLion said...

Mesmo assim depois de um dia na praia nem foi mau,eu também comenti uma loucura,as 19horas meti-me a comer caracois com uma mini,na prova aos 5 km comecei a arrotar caracois,foi mau,mas mesmo assim portei-me bem,baixei dos 40 m,média de 5m por km,tenho que marcar a próxima prova,para não me baldar aos treinos,um abraço deste corredor de pelotão.Bento Quaresma

Rui Lacerda said...

Amigo Nuno, não tive pernas pra te acompanhar, ainda te dei trabalho, quando tentaste que eu recuperasse, fizeste bem ir embora.
Parabens!
Ao pé de mim não levavas nada! Ainda acho que fizeste um bom tempo,daqui para semana tens os 15kms das fogueiras, e um novo objectivo para atingir!
Eu fiquei nas lonas, já não vou às Fogueiras, fica pra próxima! Abraços

bons treinos, Melhores corridas