Wednesday, April 2, 2008

As séries de 1000

Tudo começou a correr mal logo desde o ínicio.
Aquando do aquecimento, eis que a minha amiga canela, começou por queixar-se fortemente (não consigo entender esta perna). AInda parei por 2x para alongar a mesma.
Pensei que o treino de séries estava completamente estragado. Mas continuei, fiz o meu aquecimento de 25min, e depois 4 rectas de 100mts. E foi nestas 4 rectas, que em simultâneo com alongamentos, que consegui tirar a dôr.
E lá fui para as séries de 1000mts.
A primeira na casa dos 3:46min/km. As pernas, os músculos continuavam tensos. Cada passada, cada contacto com o chão, parecia que me partia as pernas todas.Qase nem tinha controlo na colocação dos pés no chão. Era correr por correr, e deixar correr até prefazer a distância.
O intervalo era à volta dos 2:30min, o que prefazia 400mts.
Foi na segunda série que veio o descalabro, e a comprovação daquilo que eu já sei. Estou completamente em forte quebra física. Foi exactamente 3:50min/km. A terça série, ainda pior, 3:51min/km, e só depois nas 2 últimas, com menos vento e com os músculos já mais soltos (ou direi com as pernas mais adormecidas??) consegui fazer 3:45 e 3:44min/km.
A diferênça é enorme. Ainda faz pouco tempo que estive a fazer treinos de séries de 1600mts para 3:45min/km quase sempre certinhos.
Mas pronto lá fiz bem ou mal 5x1000mts, com intervalos de 400mts. Não foi o meu melhor treino decididamente.
Nesta altura, estou indeciso e não sei o que fazer. Se coloco de parte o nível competitivo para a corrida do metro, e procedo a uma recuperação total. Se, por outro lado, a recuperação está feita, e o que me falta é começar por construir de novo a forma física que tinha.

2 comments:

Anonymous said...

Amigo Nuno,

Parece-me que não estás tão mal assim... afinal de contas os tempos das séries não são nada maus, atendendo aos tempos de recuperação entre as mesmas.
O que estás a sentir parece-me perfeitamente natural - é a reacção do "corpinho" à carga que lhe deste para competires na meia da ponte - neste momento está a "exigir-te" que não lhe peças demasiado durante os treinos, mas podes crer que, se fores "obrigado" a competir, os músculos vão lá estar todos para te ajudar a ultrapassar as dificuldades - e estou a dizer-te isto por experiência própria - é certo que não fiz aquele teu longo e cansativo plano de preparação, mas também fiquei muito desgastado pela meia da ponte - não só pelos kms mas, principalmente, pelas contingências da prova de que já falámos e, no entanto, quando no passado fim de semana tive que competir no troféu de oeiras, e era uma prova bem mais curta e rápida, a "máquina" reagiu bem ao que lhe exigi - e olha que também eu me andava a arrastar um pouco nos treinos.
Portanto, aqui te deixo um conselho de amigo - não te deixes abater pelo desânimo - a tua forma não desapareceu, apenas estás um pouco fatigado, o que é normal - vais dar-me razão quando tiveres oportunidade de o provar.

Um abraço do amigo,
Proença

Nuno said...

Amigo Proença
obrigado pela força!

realmente, apesar de parecer que estou mais cansado do que na semana passada, nao é de admirar. A semana passada nao fiz series de 1000!